26/04/2011

A dor de partir


A dor de partir

Iara Brandão

Vejo ao longe tudo que deixei,

Palavras que me foram caras dizer

Deixei sagrar o meu coração

Abatida e triste disse adeus.

E ficaram os sonhos

Sonhos devastados pela realidade

Nada existia foi pura ilusão

Parti, mais deixei contigo a saudade.

Ela que ás vezes arde em meu peito

Pois nem sempre estamos prontos para realizar,

A difícil tarefa de desistir da ilusão

E a realidade voltar

Não que me arrependa de minhas atitudes,

Sei que fiz o correto não tinha salvação.

Mas o meu peito ainda sangra,

Pois sei que em ti deixei escondido o meu coração.

1 comentários:

Valter Montani disse...

Querida,

Gostei do texto boa escolha e grato por compartilhar, bom fim de semana!

Previous Post Next Post Back to Top